All for Joomla All for Webmasters
(11) 99909 - 5244   contato@kuratore.com.br
(11) 99909 - 5244   contato@kuratore.com.br

PARE DE ESTUDAR!!!

Devemos ser exponenciais!

Palavras do Fundador!

VUCA.

Provável que você conheça o significado do acrônimo VUCA (Do inglês: Volátil, Incerto, Complexo e Ambíguo) e os seus efeitos nos dias atuais.

Principalmente com a tecnologia, as mudanças se tornam disruptivas e um modelo mental que não acompanha esta disrupção trará dias difíceis para as empresas que não conseguirem se adaptar.

É notório como somos afetados em nosso comportamento quando uma tecnologia chega mudando o modelo de negócio. Pegue por exemplo o UBER. As empresas de Táxi procuravam melhorar seus serviços buscando uma forma de utilizar carros híbridos, o que na verdade diz respeito a uma tendência do setor de carros, mas não no setor de Táxis (embora este utilize carros). Além disso, o carro híbrido, embora tenha um viés de sustentabilidade, tem como foco central o custo da operação para o Taxista, mas não necessariamente para o cliente. Com a chegada do UBER, o modelo todo mudou. Ao invés de pensar em qual carro usar, como diminuir o custo da operação, este novo modelo opera de forma completamente diferente, usando a tecnologia para conectar dois pontos fundamentais desta equação: O fornecedor e o cliente. Contudo, aqui o foco está no cliente (ou melhor ainda, o foco é o do cliente) que independente de onde estiver pode, pelo celular, requisitar este serviço.

Outro exemplo é o AirBnB, que em poucos anos já ultrapassou a maior rede de hotéis do mundo, o Hilton, tendo sua avaliação de mercado na casa dos 31 Bilhões e sem se quer ser o dono dos quartos.

 

O que isso nos mostra?

Que pensar dentro de um mesmo modelo mental não leva a nenhum tipo de inovação, no máximo a algum tipo de melhora de um processo que já está em risco. Ficar preso a uma única forma de pensar não leva à sobrevivência da empresa, que precisa ver seu modelo de negócio de outra maneira.

Se você continua fazendo o que sempre fez e espera resultados diferentes certamente você está fazendo errado e seus resultados podem indicar este fato.

Por isso pensamos em dois aspectos:

1) Devemos parar de estudar!
2) Devemos ser exponenciais!

 

PARE DE ESTUDAR!

Esta exclamação não é exatamente o que parece. Explico: Estudar é fundamental e sempre será. Contudo, estudar aquilo que reforça o mesmo ponto de vista, que reforça o mesmo modelo mental que nos leva a pensar de forma mais profunda, porém do mesmo jeito não nos faz bem algum, quando o mundo nos exige pensar de forma diferente constantemente.

Uma característica deste comportamento é o medo. Pensamos no mesmo modelo mental pois pensar diferente significa pensar com valores que podem ser contraditórios ao que temos, com crenças que são paradoxais às que carregamos. O Uber infringe a lei, porém a lei defende o status quo atual e não o status quo que deve ser criado para que o mundo sobreviva. Assim, mesmo quebrando a lei e pagando multas o Uber persiste e vale a pena persistir. Quando somos tirados de nossa zona de conforto, ou até mesmo de nosso conformismo, temos medo, brigamos com nós mesmos, o que é natural. Porém, devemos ter uma postura evolutiva e rápida neste processo. Precisamos desafiar a nós mesmos. Como diz Surdak, se estiver com medo provavelmente você está no caminho certo. Se estiver confortável certamente está no caminho errado.

Por isso, devemos estudar sim, mas de forma diferente. Devemos buscar fontes e ideias que contradizem o que já pensamos. Devemos estudar aquilo que nos desafia. Nossos conhecimentos arraigados nos trouxeram até aqui, mas não nos levarão mais longe. Precisamos seguir em frente de forma paradoxal, ambígua e por isso de forma desconfortável, e precisamos nos acostumar a isso.

 

SEJA EXPONENCIAL!

Lembro que quando fiz Babson em 2011, nosso professor Bob Caspe finalizava suas aulas sempre reforçando, Fail Fast and Have Fun.

Com a instabilidade de hoje, não podemos delegar ao futuro nosso estado de alegria, de positividade.  Ainda, não podemos nos dar ao luxo de passar por um processo de preparação muito longo, gastar meses, grande montante de dinheiro para estudar e somente depois agir. Precisamos nos preparar diariamente. Como o cenário muda rápido, quando acharmos que estamos preparados, o estaremos, mas para um cenário que já mudou.

Nossas infraestruturas foram montadas para rodar em um cenário analógico, mas não digital. Aqui não falo apenas da tecnologia digital, mas do modelo mental digital.

Ser exponencial nos leva a desejar trabalhar para um crescimento rápido, uma adaptação ágil, sem muitas restrições de pensamentos. Devemos nos libertar de nós mesmos.

Alguns trabalhos realizados por Chris Surdak tem mostrado que aquelas pessoas que pensamos ser as que devemos demitir são justamente aquelas que devemos manter. Este é um paradoxo que vem à luz através do correto uso dos dados (Big Data e Analytics)

Estas pessoas têm um comportamento digital e assim contradizem com o comportamento analógico que esperamos. Pensam diferente, nos desafiam, em alguns momentos parece não terem respeito algum ao status quo estabelecido. Querem velocidade, querem mais liberdade, querem menos regras e mais agilidade.
Ser exponencial é uma forma de pensar e agir. É o novo modelo que permitirá a sobrevivência das empresas. Grandes corporações que vemos hoje, que carregam décadas de existência se não se adaptarem morrerão logo mais.

 

Solução.

Diante deste cenário, cabe a todos nós pensarmos em diferentes soluções.

A Kuratore cabe constantemente buscar no mercado soluções diferenciadas para nossos clientes. Soluções que permitam as empresas serem exponenciais e estudarem da forma correta. Certamente enfrentamos dificuldades com as barreiras de modelos mentais antiquados, mas nossa função é despertar nestas empresas a visão atual. A discussão é boa, pois as métricas utilizadas dirigem os comportamentos, e se tais KPIs não mudarem, os comportamentos não mudarão.

Quantas horas de aula estamos dando? Poderia ser transformado em “Quantas histórias de mudança estamos vendo no nível individual? Como estas histórias estão mudando o comportamento da companhia como um todo?”

Quantas pessoas estão sendo treinadas pode ser transformada em “De que forma as pessoas certas estão sendo treinadas”? Aqui cabe outra pergunta: Como sei quem são as pessoas certas?

Por isso, hoje em nosso portfólio carregamos soluções que trazem respostas às novas perguntas:

 

» Como consigo fazer minha empresa se atualizar de forma constante e assertiva?

Para isso é necessário curadoria e fonte de credibilidade, bem como diversidade de fontes.

Nossa sugestão » 

———————————————————————————————————————————-

» Como posso trabalhar na abundância ao invés de trabalhar somente na escassez?

Para isso é fundamental pensar em todos de sua organização e não somente naqueles que achamos serem os “mais adequados” já que boas ideias podem vir de todos os lugares da companhia, principalmente de onde menos esperamos.

Conheça o Case “Acabe com a Empresa”

Nossa sugestão » 

———————————————————————————————————————————-

» Como posso entender e me adaptar rapidamente ao contexto da tecnologia, para que eu possa operar corretamente, Técnico e Comportamentalmente?

Para isso é necessário metodologia e tecnologia.

Nossa sugestão » 

———————————————————————————————————————————-

» Como posso, considerando que as pessoas, mesmo diante de toda tecnologia, é quem de fato faz a diferença?

Para isso é necessário treinar e criar lideres que são lideres autênticos e atuais.

Nossa sugestão » 

———————————————————————————————————————————-

» Como posso dar um choque de gestão e técnicas em meus gestores para que possam rapidamente mudar seu comportamento e encarar os desafios de forma diferente?

Para isso é necessário prática rápida, desafio e metodologia.

Nossa sugestão »

———————————————————————————————————————————-

» Como posso pensar de forma exponencial?

Para isso é necessária a ajuda de quem já pensa assim e sabe ensinar.

Nossa sugestão »