All for Joomla All for Webmasters
(11) 99909 - 5244   contato@kuratore.com.br
(11) 99909 - 5244   contato@kuratore.com.br

Suas decisões estão em risco, saiba porque.

As decisões que você toma a cada dia definem muito de seus resultados, contundo o quanto será que estamos cuidando de como tomamos nossas decisões?

Você sabia que temos uma necessidade chamada “Necessidade de Fechamento Cognitivo” e que interfere diretamente na qualidade de nossas decisões?

Conforme a pesquisa: Opening the Closed Mind: The Effect of Exposure to Literature on the Need for Closure, da PHD em Psicologia e Diretora do Laboratório de Desenvolvimento Humano da Rotman School em Toronto, Maja Djikic, não apenas a racionalidade, mas também a criatividade podem ser impedidas pela maior necessidade de fechamento.

No seu artigo, Maja Djikic descreve a necessidade de fechamento cognitivo como uma necessidade de chegar à uma rápida conclusão na tomada de decisões e uma aversão à ambiguidade e à confusão.

Para a pesquisa, 100 participantes foram designados à ler um ensaio ou história curta (dentre um conjunto de 8 ensaios e 8 histórias curtas, adequadas pelo tamanho, dificuldade de leitura e interesse). Após a leitura, a necessidade de fechamento cognitivo dos participantes foi avaliada. Como hipótese, quando comparados aos participantes que leram os ensaios, os participantes que leram as histórias curtas apresentaram uma diminuição significativa na necessidade de fechamento cognitivo auto-relatado. O efeito foi particularmente forte para os participantes que eram leitores habituais (de ficção ou não ficção). Essas descobertas sugerem que a leitura em geral pode levar à melhores procedimentos e processamento de informações em geral, incluindo as da criatividade.

Não apenas a racionalidade, mas também a criatividade podeM ser impedidaS pela maior necessidade de fechamento. A pesquisa mostrou que os indivíduos com alta necessidade de fechamento produziram objetos e figuras que foram julgados menos criativos por juízes independentes do que indivíduos que tem baixa necessidade de fechamento. Se uma mente fechada pode afetar A racionalidade e A criatividade, a questão agora é: o que podemos fazer para reduzir a necessidade de fechamento cognitivo e ajudar a abrir a mente fechada?

A resposta é simples: leitura!

O resultado sugerido por esta pesquisa é que são os leitores mais frequentes (tanto de não ficção, quanto de ficção) que são suscetíveis a experimentar os efeitos mais benéficos da exposição à literatura. Isso é encorajador no que diz respeito a intervenções pedagógicas em profissões como direito, medicina e negócios, em que o treinamento exige leitura extensiva de não-ficção, mas, ao mesmo tempo, exige que as pessoas se tornem perspicazes sobre os outros e suas perspectivas, o que os ajuda em seus relacionamentos interpessoais.

Os efeitos de fechamento que podem ser abordados de forma benéfica também através da exposição à literatura de ficção, de uma maneira que pode equilibrar o conhecimento de conteúdo extensivo dos profissionais com o desenvolvimento de hábitos meta-cognitivos, melhorando o processamento da informação, que por sua vez, pode ter grande valia nos campos profissionais.

Que a leitura é considerada uma das oportunidades mais democráticas e acessíveis de desenvolvimento pessoal e profissional, é uma realidade porém, o hábito da leitura requerer estímulos, motivação, foco e persistência. Se você ainda não teve a oportunidade de ver o que o professor, consultor e referência em Educação Corporativa, Eugenio Mussak, tem a dizer sobre a importância da leitura e como ela pode afetar diretamente a capacidade das pessoas em lidar com as dificuldades naturais da vida, assista esse vídeo:

Não deixe que a sua necessidade de fechamento cognitivo interfira na qualidade de tomada das suas decisões, leia mais!

Deixe um comentário